Segurança
28/02/2017 4 min

3 maneiras de aumentar a segurança da sua família na internet

Ajude seu tio a se manter seguro quando ele quiser navegar pelas redes sociais.

Ter todos os membros da família conectados nas redes sociais e disponíveis bem na palma da mão é um ônus que antes não duelava com uma boa reunião em volta da mesa. No jantar, o garfo entra pela esquerda, a faca pela direita e o celular no colo, ao lado do prato, ou num entra e sai do bolso daquele tio que, logo, irá soltar a famosa piada do pavê. Sentar à mesa não significa estar lá. A tecnologia alterou a maneira como nossos entes queridos nos entendem, como nos relacionamos e demonstramos quem somos, mas também pode colocar em risco os dados dos nossos familiares que não tem tanta afinidade assim com a internet.

Aqui estão três atualizações de segurança rápidas e fáceis que você pode fazer para ajudar todos eles a se protegerem. Mas não se esqueça: quanto mais simples, melhor. “Você não quer acrescentar coisas que compliquem o uso da tecnologia, mas algumas delas são bastante simples e realmente ajudam com uma camada extra de proteção”, diz Michael Kaiser, diretor executivo da National Cyber Aliança de Segurança.

Faça o download do firmware, do sistema operacional e das atualizações de aplicativos.

Sente ao lado do seu tio e sussurre no ouvido dele: “atualizações pouco frequentes são melhores do que nenhuma atualização”. Reúna os dispositivos do smartphone, tablet, e-reader, laptop, desktop e companhia para fazer o download das atualizações. O seu tio precisará estar ao lado para que ele possa digitar senhas conforme necessário. Aproveite o momento e o ensine o processo para que ele possa fazer por conta própria.

Esta é uma boa hora para deletar os apps que a seu ente querido quase não usa. Talvez ele tenha baixado um monte de aplicativos que cumpram o mesmo papel. Além disso, este é o momento para informar ao seu tio que atualizar o software é importante. Não se trata apenas de novos recursos e atualizações de desempenho, embora também sejam bons. As atualizações de software contêm remendos de segurança muito importantes, protegendo dispositivos contra vulnerabilidades que, muitas vezes, estão abertas. Convença-o de abraçar os recursos de atualização automática. É uma atividade que requer tempo e paciência. Pode levar uma hora, em alguns casos, para obter o firmware mais recente, mas a maior parte desse tempo pode ser gasto assistindo a um filme ou revendo aquelas fotos vergonhosas da família, de quando você era só um neném indefeso.

Configurar redes Wi-Fi com segurança.

A sua avó precisa da sua ajuda! A rede de wi-fi dela não é criptografada e isso significa que qualquer desavisado aleatório pode se conectar, ou pior, espioná-la. Então aproveite a visita para criar uma senha wi-fi e para se certificar de que o mesmo está configurado como “WPA2”, que irá criptografar as conexões. Será preciso o manual ou o número do modelo de roteador. Após configurá-lo e definir uma senha, conecte todos os dispositivos existentes na casa à nova rede. Anote a senha e deixe-a colada na porta da geladeira, uma hora ela vai precisar.

Fortaleça a senha do e-mail.

Agora quem precisa de ajuda é aquele seu primo que, apesar de pertencer à mesma geração que você, não entende nada de tecnologia. Ele vive esquecendo suas senhas e largando as redes sociais logadas em qualquer máquina por aí. Perigoso! É preciso reforçar a senha do e-mail desse garoto, mas você não pode revisar todas as senhas dele, uma a uma. Seria muito trabalhoso. Há uma rápida mudança de senha que você pode fazer, porém, que vai melhorar a segurança geral do seu primo: seu e-mail. O e-mail é basicamente a chave para nossos caminhos pessoais. A maioria das nossas contas são redefinidas através do nosso e-mail, e há toneladas de informações pessoais lá. Especialmente se a conta é feita no Gmail, onde fica amarrada com basicamente tudo que fazemos na internet. Ou seja, ter uma senha de e-mail forte é vital. Convença o seu primo de parar de usar “12345” como bloqueio mestre para a vida digital, mesclando carácteres de letras maiúsculas e minúsculas, símbolos e números.

Para ajudá-la mais ainda, ensine como proteger todos os dispositivos com códigos de acesso. Por exemplo, faça com que seu primo use o sensor de impressões digitais do smartphone, se ele tiver um, não só para desbloquear o aparelho, mas para acessar aplicativos que contenham informações pessoais importantes, como os ligados a bancos. Ele não terá que se lembrar de nenhum padrão ou número, e você sairá como herói do primo querido.

Ajudar os parentes com estas tarefas simples é realmente uma grande contribuição para as suas vidas, além de ser um bom pretexto para mudar de assunto no momento que o seu tio começar a contar, mais uma vez, sobre quando ele salvou o gato de cair do topo da árvore.

VOLTAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados