Inovação
20/01/2017 3 min de leitura

O que é transumanismo?

Movimento defende a superação dos limites biológicos impostos ao homem

Você sabe dizer o que é um trasumano?

O conceito é antigo, vem lá de meados do século passado e foi consolidado em 1990, mas a tecnologia está acelerando uma previsão de que a humanidade transcenda essa condição antes mesmo de acabarmos de compreender a atual.

O transumanismo parte do pressuposto de que a espécie humana não chegou ao ápice da evolução. Pelo contrário, está apenas no começo. Essa corrente de pensamento vê como futuro a superação das limitações biológicas, como as doenças e a própria morte. Com o auxílio da ciência e da tecnologia, essa linha filosófica tem como objetivo aumentar o potencial intelectual, físico e psicológico do ser humano.

Transumanismo é, portanto, uma fase de transição – daí o “trans” – para um estágio muito mais avançado: o pós-humano. Transumanos, portanto, são aquelas pessoas que estão se preparando de forma ativa para atingir esse objetivo de nos tornarmos mais complexos do que já somos. Seriam, provavelmente, nossos descendentes, tão melhorados pela tecnologia a ponto de não poderem mais ser chamados de humanos.

Como assim?

Conheça, então, a bio-hacker escocesa, moradora de Berlim, conhecida  pelo apelido Lepht Anonym. Cansada de ver o transumanismo ficar somente na teoria filosófica, resolveu colocar tudo em prática. Em cirurgias dolorosas, feitas amadoramente e sem anestesia, ela já implantou mais de meia centena de sensores sob a pele para aumentar sua capacidade sensorial. Ela tem, por exemplo, uma espécie de ímã nas pontas dos dedos, permitindo que ela sinta os objetos e a força dos seus campos magnéticos sem vê-los ou tocá-los. É, na prática, um sentido a mais. Outro implante faz com que ela desbloqueie seu celular ou computador sem precisar encostar.

Para os defensores do transumanismo, já vivemos essa fase de transição faz tempo e não vemos nada demais nisso. Voamos, vemos o mundo do alto e cruzamos oceanos em aviões graças à tecnologia. Com a reprodução assistida, para que sexo a fim de perpetuar a espécie? Uma singela lente de contato também é um caso de tecnologia que nos torna melhores. Os exemplos são muitos, mas as pessoas nem se dão conta desde que funcionem e tornem a vida melhor. Ou você se recusaria a implantar um marca-passo no coração para que ele funcionasse corretamente?

VOLTAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados