Entretenimento
02/09/2016 2 min de leitura

Pokémon Go

Para onde quer que se olhe tem uma notícia sobre o Pokémon Go – ou alguém correndo atrás de um por aí. Notícias e fãs do jogo é o que não faltam. Pesquisamos alguns dados e curiosidades sobre a febre que está dominando o Brasil e o mundo. Confira antes de correr atrás do seu…

Para onde quer que se olhe tem uma notícia sobre o Pokémon Go – ou alguém correndo atrás de um por aí. Notícias e fãs do jogo é o que não faltam. Pesquisamos alguns dados e curiosidades sobre a febre que está dominando o Brasil e o mundo. Confira antes de correr atrás do seu Pokémon!

Para onde quer que se olhe tem uma notícia sobre o Pokémon Go – ou alguém correndo atrás de um por aí. Notícias e fãs do jogo é o que não faltam. Pesquisamos alguns dados e curiosidades sobre a febre que está dominando o Brasil e o mundo. Confira antes de correr atrás do seu Pokémon!

1. A empresa criadora do jogo, Niantic, tinha um jogo chamado Ingress, que envolvia tirar fotos de lugares, localizados por geolocalização. A base de dados desse app foi utilizada para definir os locais relevantes do jogo, como Pokéstops e Ginásios.

2. Eevee é um Pokémon que possui 3 evoluções diferentes: Jolteon, Flareon e Vaporeon. Esse último, contudo, tem sido um dos Pokémon mais populares, gerando inclusive grande comoção ao aparecer no Central Park.

3. Muitos treinadores/jogadores estão usando aplicativos para falsearem sinais de GPS e conseguirem caçar os melhores Pokémon. Com isso, eles alcançam altos níveis em pouco tempo, e já dominam os ginásios. Por isso, se você encontrar um líder de Ginásio com um Dragonite de CP 3000, tire um print e reporte por esse endereço: http://bit.ly/2aN7yDK.

4. Já existe uma parte do comércio que entrou na onda! Pipocam pela internet vários anúncios de motoboys e grupos para captura de Pokémon, que cobram taxa por segurança, por exemplo. Além disso, restaurantes e lanchonetes estão colocando iscas em Pokéstops próximas para atrair clientes.

5. A procura por Pokémon tem feito as pessoas entrarem em lugares muito inusitados. Um caso que ganhou relevância foi quando encontraram um Koffing no Museus do Holocausto, uma coincidência de extremo mal gosto.

*Crédito imagem: enchanted_fairy / Shutterstock.com

VOLTAR

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados