Inovação
14/01/2019 5 min

Tempo de leitura

Como a tecnologia ajuda a controlar os gastos?

Aplicativos de finanças facilitam administração das contas e ensinam a economizar

Ter controle das contas é difícil e requer muito planejamento financeiro para não ficar no vermelho. Com o dia a dia corrido, fica complicado fazer planilhas e metas com os gastos da casa, carro, escolas e cursos. É neste momento que os aplicativos de finanças entram em ação e têm ajudado milhares de pessoas ao redor do mundo.

Os apps de finanças criados pelos próprios bancos acabam sendo úteis para muitas funcionalidades. Eles nos ajudam a economizar, além de dinheiro, tempo. Com o objetivo de facilitar as transações e diminuir os papéis, os apps possibilitam fazer transferências, pagamentos e até investimentos. #AplicativosNaSuaMão

Mas são os apps de finanças criados principalmente para administrar as contas que ajudam você a guardar um dinheiro extra. O aplicativo para economizar dinheiro Guia Bolso é um dos mais usados em todo o Brasil. O aplicativo está disponível gratuitamente para Android e iOs. Para usar, é preciso criar uma conta com e-mail e senha. O app pede também o cadastro da sua conta bancária para disponibilizar consultas. Para isso, você deve digitar sua senha de internet do banco, que será usada alimentar seus dados no app. Os desenvolvedores garantem que a senha fica protegida. A ferramenta acessa apenas seu extrato e fatura de cartão, portanto não pode fazer transações nem mexer no dinheiro. É possível escolher quantas contas bancárias você tiver, de qualquer banco.

Depois de obtidos os dados bancários, o app mostra na tela um resumo das finanças. Com a categorização das despesas, o app gera relatórios que vão fazer você compreender melhor para onde está indo seu dinheiro. Por isso, é importante colocar os gastos na categoria certa, como transporte, alimentação, saúde, por exemplo, para o app fazer a leitura e ajudar você a economizar.

Para os esquecidinhos de plantão, a tecnologia também dá uma forcinha. O app Easy Bills Reminder, apesar de ainda só ter na versão em inglês, ajuda a lembrar de pagar as contas. Dentro da plataforma é possível criar o próprio calendário e ativar as notificações diárias. O app de finanças está disponível para Android e iOs, é grátis, mas se quiser um upgrade nas funções, daí precisa pagar. O uso é bem simples e rápido. Basta criar um usuário e cadastrar quais suas pendências para o mês. O aplicativo de finanças manda notificações sempre que for a hora de pagar alguma delas.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) também criou o próprio app de finanças para ajudar os brasileiros, o Jimbo. Com versão 100% mobile, a ferramenta facilita os lançamentos e acompanhamento de gastos, com categorias customizáveis de acordo com perfil de consumo, cria um gráfico para mostrar como e quando você tem gastado o seu dinheiro e dá dicas sobre educação financeira. O aplicativo também tem um espaço para o registro dos seus sonhos e o quanto você está poupando para a realização deles. Tem até um simulador de sonhos que ajuda no planejamento para torná-los realidade. O app é grátis e está disponível para Android e iOs.

Premiado como um dos melhores, o Money Lover promete fazer grandes mudanças na rotina financeira. O aplicativo funciona de forma bem simples e ajuda a resolver pendências. Para ajudar, ele cria gráficos e especifica exatamente onde você tem gastado seu dinheiro. O mais interessante é que a ferramenta calcula o dinheiro disponível, cruza os dados com as contas a pagar e avisa se você já está no vermelho. Quando você estiver perto de estourar o orçamento do mês, o app envia vários alertas!  Além disso tudo, o aplicativo dá dicas de como gastar menos e ter uma reserva financeira. Tudo isso é feito através dos dados que você inclui na plataforma na hora do cadastro, que é simples e prático.  O aplicativo é gratuito e está disponível para Android e iOS.

DICAS PARA GUARDAR DINHEIRO

  1.  Faça uma análise das suas contas
  2.  Estabeleça sonhos e prazos
  3.  Anote os gastos
  4.  Evite compras parceladas
  5.  Renegocie suas dívidas
  6.  Faça uma poupança
  7.  Não desista quando as coisas apertarem
VOLTAR

Gostou da notícia? Esse artigo te fez pensar diferente?

Curta quantas vezes quiser e mostre o quão relevante foi esse conteúdo pra você!

Conta pra gente o que você achou e comece uma conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados