Comportamento
28/05/2018 4 min

Tempo de leitura

Tire uma foto e descubra todos os segredos daquela receita especial

Sistema de Inteligência Artificial desenvolvido pelo MIT consegue identificar ingredientes de um prato apenas pela imagem

Não tem jeito: mesmo com milhões de receitas em sites, redes sociais e até no caderno da vovó, a gente sonha mesmo é com aquele prato que experimentamos uma vez em um restaurante ou na casa de alguém, mas que nunca descobrimos como fazer – ou o autor se recusa a revelar. Em breve, isso estará no passado. O MIT (Massachusetts Institute of Technology) desenvolveu um sistema baseado em Inteligência Artificial e Machine Learning capaz de identificar quais os ingredientes de uma receita apenas pela foto, o Pic2Recipe.

Operando ainda de maneira experimental e restrita ao ambiente acadêmico, o Pic2Recipe analisa a imagem do prato, determina qual a combinação mais provável de itens e sugere uma série de receitas similares, tudo em questão de segundos. Para testar a tecnologia, os pesquisadores desenvolveram um banco de dados gigantesco, denominado Recipe 1M, com um milhão de receitas e quase a mesma quantidade de fotos, minerados de sites populares de culinária. A máquina foi então “treinada” para fazer correlações entre estes dois tipos de informação, alcançando um índice de 65% de acertos. Quanto mais é utilizada, mais precisos ficarão seus resultados, pois é capaz de aprender a cada interação.

De acordo com os cientistas, uma das principais dificuldades foi justamente encontrar um banco de dados amplo o suficiente para ensinar o Pic2Recipe, uma vez que os já existentes eram limitados ou específicos para determinado tipo de culinária, levando ao desenvolvimento do Recipe 1M. Mas neste ponto, os internautas aficionados pela boa gastronomia podem ajudar. “Na tecnologia da visão computacional, a comida tem sido uma vertente menos explorada justamente por não haver os dados em larga escala necessários para as correlações”, explica Yusuf Aytar, um dos pesquisadores do MIT envolvidos no projeto. “Mas as fotos muitas vezes consideradas ‘inúteis’ nas mídias sociais podem fornecer informações valiosas sobre hábitos de saúde e preferências alimentares”, diz.

Alguns pontos ainda precisam ser aperfeiçoados. Aparentemente, o sistema ainda tem mais facilidade em identificar receitas como cookiese muffinsdo que sushis ou smoothies, além de apresentar certa dificuldade quando o prato contém muitos ingredientes, como uma lasanha. Mas o objetivo dos pesquisadores é treinar o Pic2Recipe para que, no futuro, o sistema consiga inferir até mesmo como aquele alimento foi preparado – se cozido ou assado, por exemplo.

VOLTAR

Gostou da notícia? Esse artigo te fez pensar diferente?

Curta quantas vezes quiser e mostre o quão relevante foi esse conteúdo pra você!

Conta pra gente o que você achou e comece uma conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados