Educação
25/02/2016 4 min de leitura

Tempo de leitura

Grupos de estudo no Facebook

Funções da rede social podem ser utilizadas como ferramentas pedagógicas.

As redes sociais estão presentes na vida de milhões de jovens, que as utilizam para os mais diversos fins, envolvendo principalmente entretenimento e relacionamentos. No entanto, as possibilidades oferecidas vão muito além, e as redes sociais também podem ser poderosas aliadas da educação.

No Facebook, por exemplo, é possível criar grupos de estudo, reunindo alunos e professores em torno de temas tratados na escola. Isso permite ampliar a discussão, trazendo novos pontos de vistas em um ambiente já conhecido e bastante utilizado pelos alunos.

Para criar um grupo de estudos no Facebook, siga os seguintes passos:

– Clique na seta no canto superior da página, naquela faixa azul, e escolha a opção “Criar grupo”.

– Uma caixa será aberta onde você pode escolher o nome do grupo e adicionar os membros que farão parte. Mas atenção: adicione apenas as pessoas que terão algum interesse ou papel a desempenhar no grupo.

– Escolha a privacidade do seu grupo. Recomenda-se utilizar as opções “Privado”, em que o grupo é visível a qualquer um, mas as postagens só podem ser vistas por membros; ou então “Secreto”, em que tanto o grupo como postagens só podem ser acessados por quem participa dele.

A partir daí, é só começar a compartilhar conteúdos relacionados ao que se pretende estudar. Uma boa fonte de materiais é o YouTube Edu – leia matéria aqui.

Uma dica importante é definir as regras de convivência e postagem no grupo. Isso mantém a organização e o foco no assunto a ser debatido, evitando problemas. Por exemplo: se o grupo é destinado ao estudo de matemática, pode não ser o local mais adequado para se tratar de assuntos não relacionados (também conhecidos como “off-topic”).

A mediação de um professor ou mesmo de um aluno também é importante, para garantir que as regras sejam seguidas e evitar possíveis casos de cyberbulling. A Internet, como qualquer espaço público, também deve ser um local que privilegia o respeito ao próximo, afinal.

E, por fim, é bom lembrar que, por mais que esta regra nem sempre seja seguida à risca, o Facebook se destina a maiores de 13 anos, e que as redes sociais são um espaço de convívio público. Utilize sempre com responsabilidade e segurança.

Para saber mais sobre as ferramentas pedagógicas do Facebook, confira o guia “Facebook Para Educadores”.

VOLTAR

Gostou da notícia? Esse artigo te fez pensar diferente?

Curta quantas vezes quiser e mostre o quão relevante foi esse conteúdo pra você!

Conta pra gente o que você achou e comece uma conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados