Comportamento
17/01/2018 5 min

Tempo de leitura

Estrelas além do tempo

Filme retrata história de mulheres negras que lideraram uma das maiores operações tecnológicas da Nasa

Muitas mulheres realizaram feitos marcantes e tiveram trajetórias de vida incríveis, porém nunca foram reconhecidas. A parte boa é que os avanços dos direitos das mulheres também trazem à tona algumas dessas histórias, como é o caso do filme Estrelas Além do Tempo, que mostra o papel fundamental de três negras na vitória dos Estados Unidos na corrida espacial travada contra a URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas). A equipe de mulheres negras liderou uma das maiores operações tecnológicas na história americana e as cientistas se tornaram verdadeiras heroínas do país.

Baseado no livro homônimo de Margot Lee Shetterly, o filme mostra a realidade dessas mulheres que trabalhavam na Nasa na década de 60, durante a corrida espacial: Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe).

Desde meados da década 30, a Naca (instituição que deu origem à Nasa) já contratava mulheres como computers, cuja função era realizar cálculos que seriam feitos no futuro por computadores. Apesar da importância, era um posto pouco valorizado na época. No entanto, três mulheres negras romperam as barreiras do preconceito e, atuando como computadores, foram responsáveis pelos complicados cálculos matemáticos que permitiram a ida do primeiro americano ao espaço.

As dificuldades no ambiente de trabalho parecem ter sido diretamente proporcionais ao desempenho delas: na época, existia um forte segregacionismo nos EUA e o machismo era latente. No entanto, nenhum obstáculo foi suficiente para impedir que elas fossem parte essencial para o programa espacial do país.

Conheça um pouco das histórias reais que o filme retrata:

VOLTAR

Gostou da notícia? Esse artigo te fez pensar diferente?

Curta quantas vezes quiser e mostre o quão relevante foi esse conteúdo pra você!

Conta pra gente o que você achou e comece uma conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários

Artigos relacionados