Inovação
11/04/2019 7 min

Tempo de leitura

Celular do futuro: imaginação é o limite quando se trata de Tecnologia

Maiores fabricantes desenvolvem pesquisas e protótipos com recursos tecnológicos surpreendentes

Cada vez mais essencial no dia a dia, o celular do futuro deve continuar conquistando cada vez mais usuários ano a ano. As conexões móveis já dominam o planeta e hoje ultrapassam o número de habitantes. Cada pessoa tem mais de um aparelho, como por exemplo, celulares, tablets, notebooks com conexão à internet.

Segundo a GSM (Global System for Mobile) Association, 66% da população mundial têm em geral mais de um dispositivo conectado.

Mas como serão os celulares da próxima década? As inovações que já começam a surgir das pesquisas realizadas pelos maiores fabricantes e players de tecnologia mostram que quando se trata de oferecer um produto diferenciado e que aproveite os mais recentes avanços científicos para melhorar a experiência do usuário, a imaginação é o limite.

8 tecnologias surpreendentes para o celular do futuro

1) Bateria carregada pelo ar

Por mais que o aparelho seja cheio de recursos, hoje a bateria limita o uso de muitos deles e acaba deixando a gente na mão quando menos se espera. A depender da startup Energous, esse problema vai acabar.

A empresa desenvolveu uma tecnologia de transmissão capaz de enviar energia via ondas de rádio para carregar os dispositivos. Os primeiros transmissores, capazes de abastecer diversos equipamentos a curta distância, devem chegar ao mercado internacional ainda este ano. Ainda não há previsão de quando chegará no Brasil.

O lançamento depende da certificação da Anatel. Opções com maior alcance já estão sendo testadas, com potencial para, imagina-se, um dia funcionarem como estações rádio-base, garantindo que seu celular esteja com 100% de bateria em qualquer lugar. Ainda não há estimativas de valores para esses produtos.

2) Celulares flexíveis e dobráveis

Grande tendência apresentada na CES 2019, maior feira de tecnologia do mundo, os primeiros celulares dobráveis e flexíveis começam a aparecer no mercado.

O FlexPai, da chinesa Royole, é considerado o primeiro celular do futuro do mundo e pode ser manuseado para ser usado como tablet ou celular, mas a Samsung e a Huawei também mostraram seus modelos. Já a TCL trouxe um produto-conceito com cinco formatos diferentes, inclusive um que pode ser colocado em volta do pulso como um relógio.

No futuro, a ideia é que o display possa ser moldado, retraído ou expandido do jeito que o usuário quiser, e pesquisadores da Universidade Estadual de Michigan já fazem testes com circuitos eletrônicos extensíveis. A previsão é que esses celulares cheguem este ano na Europa, entre junho e agosto. Para o Brasil ainda não há data.

Os preços estimados são:

  • FlexiPai – 1.600 dólares – já à venda pelo site da empresa Royole
  • Samsung Galaxy Fold – 1.980 dólares – previsão de venda somente para EUA (abril) e Europa (maio).
  • Huawei The Mate X – 2.600 dólares – previsão de venda abril – mercado internacional

3) Telas inquebráveis

Seria o fim do aborrecimento – e prejuízo – das rachaduras e trincas das telas atuais. Diversos materiais resistentes estão sendo testados, como o painel OLED com uma camada de plástico reforçado no topo já usado pela Samsung em um de seus monitores e que se dobra com o impacto, ao invés de quebrar.

Outras opções em vista são o Gorilla Glass – vidro mais resistente e fino usado pela Apple em alguns produtos – e o vidro sintético de diamante. A tecnologia ainda está em teste, por isso não há previsão de valor e data de lançamento desses produtos no mercado.

4) Display holográfico

O intuito é trazer para os celulares o efeito 3D, mas sem a necessidade de usar óculos, proporcionando uma espécie de exibição holográfica. O Hydrogen One, produzido pela fabricante de câmeras cinematográficas RED, é o primeiro produto a chegar no mercado com essa promessa.

Você pode ativar e desativar a função 3D e também gravar vídeos com o efeito. O Hydrogen One custa 1.295 dólares e já está à venda no site da empresa. Não tem previsão para chegar às lojas físicas no Brasil.

5) Câmera térmica

Especialistas da indústria indicam que esta pode ser uma função tão comum no celular do futuro quanto o GPS. A capacidade de registrar e exibir variações térmicas dos ambientes pode ser útil tanto para profissionais como engenheiros, bombeiros e construtores, quanto para atividades mais comuns do dia a dia, como encontrar um animal de estimação perdido na escuridão da noite.

O Cat S61, desenvolvido pela Caterpillar, é o primeiro do mercado com essa facilidade, além de outros recursos interessantes como sensor de qualidade do ar e métrica de ambientes a laser. Já está à venda no Brasil e custa cerca de R$ 4 mil.

6) Telas com resolução 6K e 8K

O celular do futuro terá telas de altíssima resolução, ultrapassando a qualidade das imagens quase perfeitas das TVs digitais com 4K de hoje. Espera-se que seja útil para incrementar inclusive o uso da Realidade Virtual para funcionalidades e lazer. Essa tecnologia ainda está apenas no conceito. Não foi testada.

7) Níveis de zoom impressionantes

Além da maior qualidade das câmeras, a função de zoom também poderá revelar detalhes e captar imagens fantásticas. A chinesa Oppo desenvolveu uma tecnologia de zoom ótico inovadora para câmera de celular do futuro de 10x, já utilizada pela Huawei em um de seus novos modelos.

Para comparação, o iPhone XS atinge 2x com zoom ótico e 6x com zoom digital. O Huawei P30 Pro foi lançado na Europa por 799 euros. No Brasil, a previsão de venda é para maio, ainda sem preço definido.

8) Digitação com o poder da mente

Não tão próxima de se concretizar, mas que promete ser função agregada ao celular do futuro, é a digitação por meio da transcrição dos pensamentos, feita por sensores não invasivos. Projeto do Facebook que envolve cerca de 60 cientistas está tentando concretizar a façanha.

O uso do recurso permitiria digitar 100 palavras por minuto, o que é cinco vezes mais rápido do que a digitação normal. Ainda é um projeto experimental e não há previsão de testes e lançamentos.

VOLTAR

Gostou da notícia? Esse artigo te fez pensar diferente?

Curta quantas vezes quiser e mostre o quão relevante foi esse conteúdo pra você!

Conta pra gente o que você achou e comece uma conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários

  • Lucas says:

    Se no ano de 2440 como será os celulares no ftr

    • Dialogando says:

      Oi, Lucas! Nós pensamos a mesma coisa! Será que dá para imaginar como serão os smartphones até lá? Obrigado pelo seu comentário!

Artigos relacionados