Inovação
25/05/2018 3 min

Tempo de leitura

Tecnologia brasileira revela o caminho dos hortifrútis ao prato

Aplicativo desenvolvido por empresa catarinense permite ao consumidor obter informações de toda a cadeia de produção e distribuição dos alimentos

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que as doenças de origem alimentar ainda se configuram um problema de saúde pública. Desde 2010, foram registrados no mundo 582 milhões de casos de 20 diferentes enfermidades desta natureza, com 351 mil mortes. Embora relatório recente do Programa de Análises de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tenha indicado que 99% dos alimentos brasileiros são seguros, é crescente a preocupação do consumidor com a qualidade e os riscos de todos os alimentos que consome. O aplicativo Conecta, desenvolvido pela empresa catarinense PariPassu, permite ao usuário consultar todas as informações sobre a procedência e manejo de frutas, verduras e legumes, no momento da aquisição.

Para fazer uma verificação, o cliente pode escanear o código QR ou número de rastreamento presente nas embalagens ou nas gôndolas. Se desejar, tem ainda a oportunidade de avaliar e comentar a qualidade do item adquirido. Caso não disponha de um celular, basta fazer a checagem no site, inserindo os números da etiqueta. De outro lado, produtores e distribuidores alimentam o sistema com dados sobre o plantio, transporte e comercialização dos produtos.

A mesma tecnologia apoia o Programa de Rastreabilidade e Monitoramento de Alimentos (Rama), da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), desenhando o caminho percorrido por frutas, legumes e verduras, desde o campo até o comércio varejista. Em 2015 o aplicativo registrou mais de 300 mi leituras em todo o país, com a participação de 350 produtores. Desde a criação da empresa, já foram rastreados mais de sete bilhões de quilos de alimentos e 44 redes de varejo adotaram a inovação.

A PariPassu informa que o rastreamento é realizado com o auxílio da Vigilância Sanitária e que são efetuadas reuniões preparatórias com representantes de supermercados e produtores de alimentos para explicar como funciona o sistema. Todos os fornecedores da cadeia de frutas, legumes e verduras estão aptos a participar, desde que sejam homologados pelo processo. Outros sete países que exportam para o Brasil, como os Estados Unidos, a Espanha e a China, também já usam a tecnologia da empresa.

O Conecta está disponível para IOS e Android.

VOLTAR

Gostou da notícia? Esse artigo te fez pensar diferente?

Curta quantas vezes quiser e mostre o quão relevante foi esse conteúdo pra você!

Conta pra gente o que você achou e comece uma conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados