Inovação
22/01/2018 5 min

Tempo de leitura

Novos recursos auxiliam a inclusão digital

Sites acessíveis facilitam o dia a dia e deixam a conectividade ao alcance de todos

A acessibilidade tem evoluído significativamente, mas muitos ainda enfrentam desafios em atividades hoje rotineiras, como navegar na internet ou acessar serviços on-line. A inovação tecnológica abre novas possibilidades de transpor barreiras e ampliar a inclusão digital. O movimento internacional W3C (Consórcio World Wide Web) reúne empresas globais como Google e Microsoft, ONGs e uma equipe de profissionais em todo o mundo – incluindo o Brasil – dedicados a desenvolver padrões inclusivos para a web. Liderado pelo criador da internet, Tim Bernes-Lee, tem como objetivo colocar os benefícios da comunicação, comércio e compartilhamento de informações ao alcance de qualquer um, independentemente de sua condição física e mental. No Brasil, 24% da população são pessoas com deficiência, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A partir de uma parceria com a W3C, surgiu o Web para Todos, iniciativa que agrega organizações e desenvolvedores com a mesma missão, mas com o foco específico na internet brasileira, promovendo ações por meio de uma plataforma digital colaborativa para mobilização, educação e transformação. O usuário também é convidado a participar, relatando experiências ou problemas que podem ser aperfeiçoados.

Mais do que uma diretriz, a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, sancionada em 2015, tornou obrigatória a acessibilidade em diversas frentes, incluindo a internet. Sites de empresas e órgãos governamentais devem garantir que suas informações estejam disponíveis também para pessoas com deficiência.

Mas o que torna um site acessível? As diretrizes do W3C incluem medidas que vão muito além do design ou tamanho da fonte utilizada nos textos. É preciso considerar diferentes formas de acesso ao conteúdo, facilitar a navegação e oferecer ferramentas que facilitem a busca das informações ou resolução de dificuldades.

vivo_dialogando_recursos_inclusao_digital

VOLTAR

Gostou da notícia? Esse artigo te fez pensar diferente?

Curta quantas vezes quiser e mostre o quão relevante foi esse conteúdo pra você!

Conta pra gente o que você achou e comece uma conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados