Comportamento
24/01/2018 3 min

Redes sociais: quem é velho?

Ferramentas reúnem adeptos do envelhecimento ativo e ajudam a derrubar crenças e mitos

“Bem-vindo ao meu blog: sou uma pessoa determinada, que gosta de quase tudo e de bater papo sobre coisas divertidas ou difíceis, mas prefiro as divertidas”, diz a sueca Dagny Carlsson em seu site. Seria um lugar-comum entre tantas outras iniciativas na internet não fosse por um detalhe: Dagny tem 105 anos e já recebeu mais de 1,4 milhão de visitantes no blog, deixando para trás muitos youtubers das gerações mais jovens.

Dagny é uma autêntica representante do envelhecimento ativo, termo usado pela Organização Mundial da Saúde para definir uma experiência de vida mais longa com bem-estar, interação e segurança, mostrando que ser idoso não é sinônimo de inatividade e derrubando estereótipos. As redes sociais deram vazão ao anseio de quem quer viver a maturidade em sua plenitude e a tecnologia permitiu a aproximação entre as pessoas com a facilidade de comunicação com o celular, notebooks e tablets. “O isolamento é um problema, pois é uma fase em que muitos já se aposentaram ou não têm um companheiro, mas continuam saudáveis e querem aproveitar a vida”, diz Luci Gomes, de 57 anos, criadora do grupo fechado do Facebook Velha é a Vovozinha!, onde cerca de 4.600 mulheres acima de 40 anos debatem temas ligados à longevidade.

Luci conta que já participava de outro grupo, o Envelhecimento em Comunidade, quando teve a ideia de convidar pelo celular os integrantes do Rio de Janeiro, onde mora, para passeios presenciais. Deu tão certo que já está sendo formada uma outra turma em São Paulo. “Descobri que, assim como eu, muitos sentiam a mesma necessidade de interagir, compartilhar os mesmos momentos de vida e socializar, no mundo virtual e no real”, conta.

A tecnologia oferece os meios, mas é preciso lembrar a máxima popular: a verdadeira idade está na cabeça. “Sou incrivelmente velha, mas não me sinto velha e com certeza há muitas pessoas como eu”, diz Dagny. “Desafio todos os idosos: sejam mais assertivos!”, convida a secular – e atuante – blogueira.

Quer conhecer o blog da Dagny? Clique!

VOLTAR

8 Comentários

  • FRANCIS SIERRA HUSSEIN disse:

    Esse artigo é muito bom, e nós mostra o idoso em outros países, como este cuja escritora é dinamarquesa. Há tempos que o envelhecimento da população mundial, vem sendo alertado, sobre o seu aumento . E muitos países da Europa já tomaram as suas medidas especialmente as referentes à Previdencia Social. O Brasil, começou a receber alergtas da UN e WHO, desde 2011, mas só agora acordou para o problema, e teve e tem que mexer na Previdência Social, não por que quer, mas porque se faz urgentemente alterar essas leis.

  • Sonia disse:

    Muito boa idéia, pena que na minha cidade não temos. Estarei indo de férias ao Rio se possível gostaria de fazer parte com voces. Tenho 63 anos.
    Abraços, Sônia Nogueira

    • Dialogando disse:

      Seria muito legal ver outras comunidades como a mencionada na matéria também em outras cidades, Sonia! Incentive essa ideia. 😉

  • Valquíria disse:

    Sensacional adorei ver o nosso grupo na mídia!!

  • Assiz disse:

    MUITO INTERESSANTE ESSE BLOG, GOSTARIA DE ACESSAR E MANTER CONTATOS PERMANENTES,

    • Dialogando disse:

      Que legal, Assiz! Salve o Dialogando na sua barra de favoritos para facilitar o seu acesso ao site. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados