Segurança
22/04/2016 4 min de leitura

Tempo de leitura

A importância de ter senhas seguras

E não compartilhe suas senhas em nenhum caso.

A melhor maneira de proteger nossas informações na Internet é por meio de senhas seguras. Só que nem sempre tomamos esse cuidado: muitas vezes escolhemos senhas que parecem difíceis de ser desvendadas, mas que podem não ser tão seguras assim.

O vídeo, feito pelo Movimento Família Mais Segura na Internet, ilustra bem essa situação e explica que não devemos compartilhar nossas senhas em nenhum caso.

Para garantir nossa privacidade e ter senhas mais seguras seguem algumas dicas:

Crie frases de fácil lembrança e use as iniciais de cada palavra para compor a senha; para melhorar a segurança, você pode também trocar letras por números e caracteres semelhantes; por exemplo: a por @, l por 1, E por 3, e assim por diante;

Misture letras, números e caracteres; isso torna a senha ainda mais segura;

Quanto mais longa a senha, mais difícil de ser decifrada;

Não use a mesma senha em todos os sites. Pode parecer complicado, mas essa atitude diminui as chances de que alguém tenha acesso a todos os seus dados online; uma dica é acrescentar informações relacionadas ao site específico na sua senha – por exemplo, incluir as iniciais FB, ou FCB, ou algo similar no meio da sua senha para o Facebook;

A senha deve ser difícil apenas para os outros! Escolha sempre algo que você tenha facilidade de lembrar;

Nunca compartilhe sua senha! Às vezes, por questões de confiança ou até mesmo de ingenuidade, podemos acabar revelando nossa senha para outra pessoa – como um amigo, amiga, namorado ou namorada. A dica é evitar. Esse é um comportamento que pode ter consequências no futuro, como no caso de um rompimento, por exemplo. O melhor é manter suas senhas em segredo;

Troque de senha periodicamente;

Evite anotar a senha em algum lugar. O ideal é memorizá-la. Caso você não consiga, tente escrever em um código que você entenda e esconda bem o papel em que ela está;

Ao sair de um site, lembre-se sempre de deslogar. Assim, se alguém usar o computador depois de você, terá menos chances de encontrar sua conta aberta.

VOLTAR

Gostou da notícia? Esse artigo te fez pensar diferente?

Curta quantas vezes quiser e mostre o quão relevante foi esse conteúdo pra você!

Conta pra gente o que você achou e comece uma conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados