Sustentabilidade
05/12/2018 4 min

Tempo de leitura

Vamos falar sobre sustentabilidade e responsabilidade social?

Entenda como a tecnologia pode ajudar a sociedade a construir um mundo sustentável

Muito tem se falado em sustentabilidade, mas você realmente tem conhecimento do que significa? Com uma simples busca no Google, você teria mais de 31 milhões de resultados sobre o conceito de sustentabilidade – isso só em português. Isso é reflexo da dimensão que o desenvolvimento sustentável ganhou para as novas gerações que assimilaram como ninguém as novas tecnologias e a importância de mudar para garantir bem-estar com o uso de recursos naturais sem comprometer a sustentabilidade ambiental.

Geralmente associada à preservação do meio ambiente e alterações climáticas, a sustentabilidade é determinante e engloba hoje aspectos sociais e econômicos que não podem mais ser separados para que seja plenamente alcançada. A Organização das Nações Unidas para 2030 definiu 17 objetivos a serem tomadas por todos os países para garantir crescimento econômico e desenvolvimento sustentável. Esses objetivos foram definidos por 160 chefes dos países que integram a organização e devem ser cumpridos por todas essas nações. O conjunto de iniciativas, embasado pelo conceito de responsabilidade social, engloba 160 metas que vão desde ações de responsabilidade social corporativa para evitar os impactos negativos das ações cotidianas. Além disso, é necessário para erradicar a pobreza extrema, combater a desigualdade e a injustiça até conter as mudanças climáticas.

Objetivos de Desenvolvimento SustentávelPesquisadores do mundo inteiro se valem do conhecimento científico e se dedicam a descobrir como aproveitar todos os benefícios de inovações como a Inteligência Artificial e a Internet das Coisas para ultrapassar barreiras geográficas, financeiras, energéticas e culturais.

No Open Lab, departamento da School of Computing da Newcastle University, no Reino Unido, três iniciativas na área da educação exploram, por exemplo, as potencialidades da aplicação prática de sensores wireless. Um dos estudos testa um mapeamento dos sistemas de abastecimento de água, energia e alimentos em três cidades para propor aperfeiçoamentos. Outro projeto, em Newcastle, utiliza plantas domésticas como “sensores vivos”, com um sistema digital que capta e analisa possíveis efeitos nos vegetais para compor um mapa digitalizado da qualidade do ar na cidade, engajando ainda a comunidade nas questões de combate à poluição e no exercício da responsabilidade social.

A tecnologia é inclusive ferramenta para o manejo sustentável de resíduos derivados da própria tecnologia! Reciclar o lixo eletrônico, é o objetivo da primeira microfábrica do gênero no mundo, a SMaRT Centre, inaugurada em Sydney, na Austrália, como parte de um projeto da UNSW (University of New South Wales). Ali, placas de circuitos de computadores são convertidas em ligas metálicas valiosas, como cobre e estanho, e o vidro e o plástico de tablets e celulares viram componentes úteis para a indústria cerâmica e a impressão em 3D.

Conte pra gente alguma ação sustentável que você adota em seu dia a dia. #futurosustentável

VOLTAR

Gostou da notícia? Esse artigo te fez pensar diferente?

Curta quantas vezes quiser e mostre o quão relevante foi esse conteúdo pra você!

Conta pra gente o que você achou e comece uma conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados